Trombose venosa profunda!! detecção e prevenção – Saiba tudo sobre a Trombose!

A trombose venosa profunda pode ocorrer como consequência de qualquer fenômeno que impeça que o sangue circule corretamente ou que coagule.

A trombose venosa profunda (TVP) ou flebotrombose profunda ocorre quando um coágulo sanguíneo, chamado de trombo, é uma ou mais veias profundas do corpo. Normalmente, elas tendem a se formar nas pernas, mas isso não significa que não possam aparecer em outras partes do organismo.

Esta condição pode ocorrer se você tiver certas doenças que afetam a forma em que o sangue coagula. Também pode se desenvolver se você não se movimentar durante muito tempo. Um exemplo dessas situações pode acontece depois de uma cirurgia ou um acidente.

A trombose venosa profunda é um distúrbio grave. Os coágulos sanguíneos que se formam nas veias podem ser liberados, movendo-se através da corrente sanguínea para os pulmões. Uma vez lá, podem interromper o fluxo de sangue desencadeando uma embolia pulmonar.

Da mesma forma, os coágulos podem migrar para o coração. Nestas situações, pode ocorrer um infarto do miocárdio.

Como se desencadeia a trombose venosa profunda?

O sangue que vai desde o coração até os pés circula pelas artérias. Uma vez no pé, através dos capilares, o sangue retorna ao coração. É de lá que vai para os pulmões para oxigenar-se.

Quando o sangue se coagula no interior de uma veia, impede seu retorno ao coração. Desta forma, o sangue se acumula na perna e, portanto, esta incha e dói. O sangue se solidifica e dificulta, ou impede, sua circulação habitual.

Os coágulos de sangue da trombose venosa profunda podem ocorrer como consequência de qualquer fenômeno que impeça o sangue de circular corretamente, ou que favoreça a coagulação.

Por exemplo, após a cirurgia, devido ao uso de certos medicamentos e limitação de movimento. No entanto, existem uma série de fatores de risco que favorecem essa patologia. Entre eles podemos mencionar:

Genética: algumas pessoas herdam um transtorno no qual têm problemas de circulação.
Repouso prolongado: por hospitalização, por exemplo.
Lesões ou cirurgia, como comentamos.
Gravidez
Fumar
Excesso de peso ou obesidade
Outros

Trombose venosa profunda!! detecção e prevenção – Saiba tudo sobre a Trombose!

Como a trombose venosa profunda pode ser detectada?

Existem outras doenças que se apresentam com sinais e sintomas semelhantes aos da trombose venosa profunda. Por exemplo, a embolia pulmonar, as lesões musculares, a celulite ou a inflamação das veias, que estão sob a pele.

Para diferenciar esta doença das outras, é importante fazer testes especiais para localizar os coágulos nas veias. Em seguida, explicamos alguns desses testes.

Ultrassom duplex.

É um teste que usa ondas sonoras para gerar imagens, a fim de observar o fluxo de sangue pelas veias. Pode detectar bloqueios ou coágulos sanguíneos nas veias profundas. Este é o teste de imagem padrão para o diagnóstico de trombose venosa profunda.

Teste D-dímero.

Este teste é um exame de sangue que mede uma substância que é liberada no sangue quando se desintegra um coágulo. No caso em que o resultado é negativo, se traduz em que é provável que o paciente não sofra desta doença e vice-versa.

Flebografia.

É o teste mais preciso para diagnosticar coágulos sanguíneos. No entanto, é um procedimento invasivo, o que significa que é necessário que os médicos usem instrumentos para manipular o corpo.

É um tipo especial de radiografia em que o material de contraste ou corante é injetado em uma veia grande do pé ou tornozelo, para que o médico possa ver as veias profundas dessa extremidade.

Ressonância magnética e tomografia computadorizada.

São dois testes exames que oferecem imagens que ajudam os médicos a diagnosticar e tratar várias condições. Nas imagens que oferecem, pode-se observar as veias e coágulos. No entanto, não são amplamente utilizados para o diagnóstico desta doença, mas é um recurso acessível, em caso de necessidade.

Prevenção da trombose venosa profunda.

A prevenção da TVP baseia-se na melhoria do fluxo sanguíneo que retorna ao coração. Para isso, é importante consultar o seu médico para recomendar uma série de exercícios.

É aconselhável colocar as pernas para o alto para facilitar a circulação. Nesse sentido, pode-se levantar a parte do colchão onde ficam as pernas, para dormir com elas em uma posição levemente elevada.

Se você é um fumante, tente parar de fumar. O tabaco é um fator de risco para muitas doenças. Recomenda-se também exercitar-se pelo menos 30 minutos, 3 dias por semana.

Quando necessário, o médico pode prescrever o uso de medicamentos anticoagulantes para evitar complicações.

Trombose venosa profunda!! detecção e prevenção – Saiba tudo sobre a Trombose!

alimentos que você deve incluir na dieta para prevenir tromboses.

Para prevenir a formação de coágulos e o aparecimento de trombose, que é tão perigosa para a nossa saúde, devemos consumir alimentos que nos ajudem a controlar o colesterol e melhorar a circulação.

Tanto as tromboses quanto as embolias envolvem a obstrução de um vaso sanguíneo, e podem levar à morte.

Mas enquanto a trombose se origina em veias ou artérias, a embolia é a própria migração desse trombo pelo canal circulatório; um risco que muitas pessoas sofrem, por exemplo, quanto apresentam as clássicas varizes.

O que podemos fazer para prevenir? Assim, fica claro que não está em nossas mãos evitar 100% esses problemas. Entretanto o que sim, podemos fazer, é reduzir essa probabilidade levando uma vida mais saudável.

Mudar nossos hábitos de vida está em nossas mãos. Se, no seu caso, você tiver antecedentes genéticos relacionados a alguma trombose, é o momento de se cuidar.

Assim, escolha bem o tipo de dieta que adota e mantenha uma vida mais ativa.

A seguir, propomos aprofundar mais sobre o tema e incluir em sua dieta uma série de alimentos maravilhosos.

Como ocorrem as tromboses e embolias?

Não há uma única origem. As tromboses e embolias partem de diferentes fatores que, em geral, se referem ao nosso estilo de vida, à genética e a diversas doenças associadas.

Ter altos níveis de colesterol e triglicerídeos
Passar muito tempo sentado
Tomar pílulas anticoncepcionais ou estrogênios (especialmente, as mulheres que fumam)
Ter passado por algum tipo de cirurgia
Gravidez
Ter problemas cardíacos ou dos rins
Antecedentes genéticos
Assim, muitas dessas causas não podem ser evitadas. Mas termos tido um filho ou termos o colesterol alto, por exemplo, não significa que vamos sofrer uma trombose.

Assim, muitas dessas causas não podem ser evitadas. Mas termos tido um filho ou termos o colesterol alto, por exemplo, não significa que vamos sofrer uma trombose.

Há um risco, não uma causa e efeito..

Trombo: acúmulo de sangue em uma artéria por causa de uma má coagulação, alteração de um vaso sanguíneo ou rompimento de uma parede arterial.
Os êmbolos são resultados do trombo, ou ainda acúmulos de gordura, de líquido amniótico ou até de bolhas de dióxido de carbono, no caso dos mergulhadores ou das pessoas que praticam mergulho.
A embolia é a obstrução de uma artéria em qualquer parte do corpo como, por exemplo, os pulmões.

Que alimentos podem me ajudar a prevenir tromboses e embolias?

1. O limão.

Em nosso espaço, falamos, em várias ocasiões, sobre os benefícios do limão. Já sabemos que é bom para fortalecer o sistema imune, para eliminar toxinas e para combater o efeito dos radicais livres.

No entanto… você sabia que o limão é muito poderoso para melhorar a circulação sanguínea e elevar a produção de glóbulos brancos?
Não duvide disso, não deixe passar um dia sem tomar um copo de suco de limão ou temperar suas saladas com ele.

2. Azeite de oliva.

O azeite de oliva extravirgem é um presente da natureza rico em ácidos graxos ômega 6 e, além disso, ideal para diminuir o nível de colesterol ruim ou LDL do sangue.
Graças ao azeite de oliva, mantemos as artérias flexíveis e diminuímos a placa aterosclerótica, que sempre dificulta o fluxo sanguíneo e acelera o risco de sofrer de um trombo.

Noticias Web

Noticia Web foi criado para trazer noticias relevantes a você, que quer ficar informado do dia dia do nosso Brasil e mundo. OBRIGADO

Um comentário em “Trombose venosa profunda!! detecção e prevenção – Saiba tudo sobre a Trombose!

  • 28 de julho de 2019 em 10:08 PM
    Permalink

    Simply wanna input on few general things, The website layout is perfect, the subject matter is rattling wonderful : D.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *