Remédios naturais para disfunção erétil

Remédios naturais para disfunção erétil

 

 

Remédios naturais

Os remédios naturais mais comuns para DE incluem os derivados de plantas e ervas, que algumas culturas usam há muitos anos. Embora existam muito poucos estudos realizados sobre a segurança desses remédios naturais, alguns deles têm efeitos colaterais que variam de leve a grave.

L-arginina : Algumas evidências sugerem que altas doses de L-arginina melhoram a disfunção erétil, ajudando os vasos sanguíneos a se abrirem mais, o que melhora o fluxo sanguíneo para o pênis. Os efeitos colaterais são geralmente considerados leves, mas podem incluir cãibras, diarréia e náusea. A L-arginina não deve ser tomada com Viagra, um medicamento que trata a disfunção erétil.
Propionil-L-carnitina : alguns estudos mostram que a propionil-L-carnitina, quando combinada com o Viagra, pode melhorar a função erétil melhor do que quando toma o Viagra sozinho. A propionil-L-carnitina é geralmente considerada segura quando usada sob supervisão de um médico.
Desidroepiandrosterona (DHEA) : Existem algumas evidências que sugerem que o DHEA aumenta a libido em mulheres e tem um efeito positivo em homens com disfunção erétil. DHEA parece ser seguro em doses baixas, no entanto, pode causar acne em alguns casos.
Ginkgo : O ginkgo pode aumentar o fluxo sanguíneo no pênis, o que pode melhorar o desejo sexual e a disfunção erétil. No entanto, este suplemento pode aumentar arisco de sangramento Fonte Confiável. As pessoas que tomam anticoagulantes ou que têm um distúrbio hemorrágico devem conversar com seu médico antes de tomar gingko.
Ginseng : Existem vários tipos de ginseng disponíveis. Muitos deles demonstraram ter um efeito positivo no DE. Algumas formas de ginseng podem ter efeitos colaterais negativos, incluindo insônia .
Iohimbina : o principal componente de uma casca de árvore africana, a ioimbina é provavelmente um dos mais problemáticos de todos os remédios naturais para a disfunção erétil. Algumas pesquisas sugerem que a ioimbina pode melhorar um tipo de disfunção sexual associada a um medicamento usado para tratar a depressão . No entanto, estudos associaram a ioimbina a vários efeitos colaterais, que podem incluir ansiedade , aumento da pressão arterial e batimentos cardíacos rápidos e irregulares. Como todos os remédios naturais, a ioimbina só deve ser usada após aconselhamento e sob supervisão de um médico.
Erva daninha de cabra com tesão (epimedium) : supostamente, existem substâncias nas folhas desta erva que melhoram o desempenho sexual. Epimedium não foi estudado em pessoas e existem algumas sugestões de que isso pode afetar a função cardíaca.      Remédios naturais para disfunção erétil

 

Mudancas de estilo de vida

Certas atividades ou falta de atividade podem afetar a disfunção erétil; portanto, antes de tentar medicamentos ou remédios naturais para disfunção erétil, um homem pode considerar fazer algumas mudanças no estilo de vida.

Algumas mudanças no estilo de vida a serem consideradas incluem:

Exercício regular : O exercício regular provou ser eficaz na melhoria da saúde geral. Para DE, a melhora da pressão arterial, fluxo sanguíneo e benefícios gerais de saúde podem reduzir drasticamente o risco de um homem ter ou desenvolver DE.
Comer alimentos saudáveis : de maneira semelhante ao exercício, comer alimentos nutritivos pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas , artérias obstruídas e diabetes , fatores de risco conhecidos para DE.
Parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool : Ambas as atividades trazem vários riscos potenciais à saúde, incluindo DE. Reduzir ou eliminar essas atividades pode ajudar a parar os problemas de disfunção erétil.
Reduzir o estresse : um homem pode ter problemas com o desempenho sexual se estiver estressado demais. O estresse pode vir de uma variedade de circunstâncias, incluindo trabalho, finanças e problemas de relacionamento. Encontrar maneiras de lidar com esses problemas pode ajudar a reduzir o estresse e melhorar a disfunção erétil.
Continuando a se envolver em atividades sexuais : Estimular atividades sexuais que levam a ereções parciais, pode ter um impacto positivo no DE. O aumento do fluxo sanguíneo para o pênis pode ajudar a estimular e melhorar a função ao longo do tempo.

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Assunto Relacionados:

Disfunção erétil – Também chamado. ED, Impotência

Disfunção erétil (impotência). conhecida como impotência

Problemas de ereção (disfunção erétil)

tratamentos naturais para a disfunção erétil

Terapias e medicamentos alternativos.

Atualmente, existem poucos estudos disponíveis para sugerir a eficácia de terapias e medicamentos complementares e alternativos. Fonte Confiável deum estudocomparou amostras de banco de dados de diferentes terapias alternativas e medicamentos, incluindo acupuntura , ginseng, maca e ioimbina.

O estudo indicou que existem algumas evidências que sugerem que o ginseng e a ioimbina podem oferecer alguns benefícios ao DE. No entanto, existem evidências insuficientes para provar que a acupuntura ou a maca têm um impacto positivo no DE.          Remédios naturais para disfunção erétil

Efeito placebo?

Alguns estudos sugerem que um efeito placebo que melhora a DE pode funcionar para alguns homens. Um estudo descobriu que homenstomar um placebo oral Fonte ConfiávelA pílula mostrou tanta melhora nos sintomas de disfunção erétil quanto os homens que tomaram medicação real para melhorar a disfunção erétil. Por outro lado, os homens que receberam sugestões terapêuticas para melhorar a DE não viram sinais de melhora dos sintomas.

Tratamentos médicos

Alguns dos tratamentos médicos mais comuns para a disfunção erétil são medicamentos prescritos que visam a área problemática e aumentam o fluxo sanguíneo no pênis.

Medicamentos comumente prescritos incluem Viagra, Cialis, Levitra e Vardenafil. Um médico é a melhor pessoa para conversar sobre possíveis efeitos colaterais, tratamento e benefícios dos medicamentos disponíveis. Se um médico pensa que a medicação de um homem está causando o DE, eles podem mudar a medicação.

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Causas de disfunção erétil.

Existem várias causas potenciais de disfunção erétil para homens de quase todas as idades, mas as chances de desenvolver disfunção erétil aumentam à medida que o homem envelhece.

As causas de disfunção erétil podem incluir o seguinte:

➥ certos medicamentos
➥ doença crônica, como diabetes ou esclerose múltipla
➥ consumo excessivo de álcool
➥ obesidade
➥ fluxo sanguíneo fraco
➥ estresse crônico
➥ Conclusões
Como muitas condições médicas, não há necessariamente apenas um meio para curar ou reduzir os sintomas da disfunção erétil. Para os homens que desejam evitar o uso de medicamentos, há várias mudanças no estilo de vida que podem ser experimentadas primeiro, seguidas por alguns remédios naturais em potencial e terapias adicionais.

É importante que qualquer homem que sofra de disfunção erétil considere mudanças no estilo de vida e converse com um médico antes de iniciar novos medicamentos, remédios à base de plantas ou interromper uma medicação prescrita suspeita de causar disfunção erétil.        Remédios naturais para disfunção erétil

Os remédios naturais listados neste artigo estão disponíveis para compra on-line:

➥ Loja de L-arginina
➥ Loja de Propionil-L-carnitina
➥ Loja de Dehidroepiandrosterona (DHEA)
➥ Comprar Ginkgo
➥ Comprar Ginseng
➥ Comprar ioimbina
➥ Comprar erva daninha de cabra com tesão (epimedium)

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Assunto Relacionados:

tratamento para disfunção eretil – disfunção erétil

Avanços recentes no tratamento da disfunção erétil

Definição de impotência – impotência significado

Compreendendo a disfunção erétil Masculina

Quanto tempo dura o Viagra

Viagra é um medicamento que ajuda a tratar a disfunção erétil. Melhora o fluxo sanguíneo para o pênis e seus efeitos podem durar até 4 horas.
A disfunção erétil é uma condição comum que pode afetar homens de qualquer idade. Os machos com esta condição são incapazes de alcançar ou manter uma ereção para se envolver em atividade sexual.

A falta de fluxo sanguíneo é uma causa da disfunção erétil. Viagra pode ajudar a estimular o fluxo sanguíneo para o pênis e ajudar as pessoas com a condição a manter uma ereção.

Este artigo discute quanto tempo dura o Viagra, para que serve e métodos alternativos de tratamento da disfunção erétil.

Quanto tempo dura o Viagra?

Quando uma pessoa toma por via oral, o corpo absorve rapidamente o Viagra.

A concentração de Viagra no sangue atinge o pico em torno de 30 a 120 minutos após o uso do medicamento – geralmente em torno da marca de 60 minutos.

É possível começar a sentir os efeitos do Viagra a qualquer momento durante esta janela.

Os comprimidos de Viagra geralmente vêm em doses de 25, 50 ou 100 miligramas (mg). Um estudo anterior mostra que o risco de efeitos colaterais não aumenta ao passar de doses de 50 a 100 mg de Viagra. No entanto, tomar uma dose mais alta aumentará a eficácia.

Os efeitos do Viagra variam para cada indivíduo. Os efeitos de tomar 100 mg de Viagra podem durar até 4 horas depois de tomar o medicamento. No entanto, a força desses efeitos é mais fraca em 4 horas do que 2 horas após o uso do Viagra.      Remédios naturais para disfunção erétil

Como a concentração de Viagra no sangue normalmente atinge o pico 60 minutos depois de tomar o medicamento, os efeitos são mais fortes nesse período. Portanto, é melhor tomar Viagra cerca de 1 hora antes de qualquer atividade sexual.

É possível tomar Viagra com ou sem comer. No entanto, comer uma refeição rica em gordura antes de tomar Viagra pode atrasar a absorção, o que significa que o medicamento pode levar mais tempo para funcionar.

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Para que serve o Viagra?

O Viagra ajuda na disfunção erétil, tornando mais fácil para um homem obter e manter uma ereção. A disfunção erétil é uma condição comum que afeta cerca de 30 milhões de homens nos Estados Unidos.

Pessoas com disfunção erétil acham difícil alcançar ou manter uma ereção , mesmo durante a excitação sexual. A condição pode ter uma variedade de causas, mas geralmente se relaciona ao fluxo sanguíneo ruim para o pênis.

Durante a excitação, as artérias que levam ao pênis se expandem, permitindo que mais sangue flua através dele. As veias que levam o sangue para longe do pênis também se tornam mais estreitas. O fluxo sanguíneo maior e o fluxo sanguíneo restrito do pênis fazem com que ele endureça, levando à ereção.

Na disfunção erétil, no entanto, o fluxo sanguíneo para o pênis pode ser muito baixo e prejudicar a capacidade de obter ou manter uma ereção. Medicamentos como o Viagra relaxam os músculos lisos e aumentam o fluxo sanguíneo para o pênis, facilitando a obtenção ou a manutenção de uma ereção.

Viagra só pode funcionar durante a excitação sexual. Se uma pessoa não estiver em estado de excitação, o Viagra não poderá causar uma ereção.      Remédios naturais para disfunção erétil

Quais são as alternativas ao viagra?

Viagra é um medicamento bem conhecido para o tratamento da disfunção erétil. Esta é uma condição angustiante e comum em que um homem não é capaz de alcançar ou manter uma ereção peniana completa.
Pesquisas indicam que a disfunção erétil afeta mais de 12 milhões de homens nos Estados Unidos a cada ano. Embora a frequência desse problema aumente com a idade, ele não se limita aos adultos mais velhos.

Existem muitas alternativas ao Viagra que podem melhorar ou reverter os sintomas da disfunção erétil. Essas opções incluem medicamentos, tratamentos médicos, mudanças no estilo de vida e remédios alternativos.

Este artigo apresenta as opções disponíveis para o tratamento da disfunção erétil.

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Alternativas de medicamentos.

Medicações orais:

Medicamentos orais, incluindo Viagra, são frequentemente o primeiro curso de tratamento para homens com disfunção erétil.

Os inibidores de PDE5 alternativos, sujeitos a receita médica, ao Viagra incluem:

Vardenafil: vendido sob as marcas Levitra e Staxyn, este medicamento está disponível em comprimidos e comprimidos desintegrantes. Para ser eficaz, tome vardenafil uma hora antes do sexo. Pode ser eficaz por até 7 horas.
Tadalafil: Disponível sob as marcas Adcirca e Cialis, tome o tadalafil entre 1 a 2 horas antes do sexo. Esses comprimidos funcionam por 36 horas.
Avanafil: Comercializado nos EUA como Stendra, tome comprimidos de avanafil 15 a 30 minutos antes do sexo. Os efeitos podem durar até 6 horas.
Medicamentos não orais
Alternativas aos medicamentos orais incluem:

Autoinjeções penianas: medicações de ceratina, como alprostadil, papaverina e fentolamina, podem ser injetadas diretamente no lado ou na base do pênis. Isso pode ajudar a alcançar ou manter uma ereção por até 40 minutos.
Supositório uretral: Supositórios muito pequenos de alprostadil podem ser colocados na uretra peniana usando um aplicador especial. Isso estimula uma ereção em 10 minutos, que pode durar até 60 minutos.
Reposição de testosterona: um médico pode sugerir este tratamento para homens cuja disfunção erétil está ligada a baixos níveis de testosterona . O hormônio testosterona pode ser administrado por uma variedade de métodos, incluindo injeção, adesivo ou medicação oral.

Outros tratamentos médicos.

Pode haver alguns homens para quem a medicação é inadequada, seja por causa de outras condições médicas ou por outro motivo. Nessas situações, outros tratamentos médicos podem ser sugeridos.

Os dispositivos de ereção a vácuo são tubos ocos, também conhecidos como bombas de pênis. Eles são conectados a uma bomba manual ou a bateria e funcionam arrastando sangue para o pênis. Eles ajudam um homem a alcançar uma ereção que ele pode manter usando um anel de tensão.

Os implantes são hastes infláveis ??ou flexíveis que são implantadas cirurgicamente nas câmaras de ereção do pênis. Os médicos geralmente recomendam esse tipo de tratamento apenas como último recurso.

Um profissional de saúde qualificado deve administrar esses tratamentos.

Remédios naturais para disfunção erétil
Remédios naturais para disfunção erétil

Ervas e suplementos.

Vários suplementos alimentares, preparações à base de plantas e produtos alimentares são vendidos como remédios para a disfunção erétil.

Alguns tratamentos alternativos à base de plantas, que mostraram resultados positivos em pequenos estudos, também estão disponíveis. Algumas ervas que geralmente são consideradas seguras e estão disponíveis para compra on-line incluem:

➥ DHEA
➥ ginseng
➥ L-arginina
➥ propionil-L-carnitina
No entanto, tenha cuidado ao comprar ou consumir produtos alternativos, incluindo aqueles que alegam ser versões à base de plantas do Viagra.

A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA emitiu várias declarações alertando os consumidores sobre a segurança de tais produtos. Eles dizem que esses produtos podem conter produtos químicos sintéticos ocultos ou outros ingredientes que podem ser prejudiciais. Não há pesquisas suficientes para apoiar totalmente o uso desses suplementos.

De acordo com o FDA, testes de laboratório mostram que quase 300 dos suplementos ou alimentos comercializados para melhorar a função sexual contêm ingredientes de drogas não revelados. Qualquer pessoa que use um suplemento deve informar seu médico.

As ervas não são monitoradas pelo FDA quanto à qualidade ou pureza. Escolha sua marca / produtos depois de pesquisar a empresa.

Mudancas de estilo de vida.

Certas escolhas de estilo de vida podem contribuir para a disfunção erétil em alguns homens. Pesquisas indicam que a condição pode ser revertida com sucesso em algumas situações, concentrando-se nos fatores do estilo de vida.

As seguintes alterações podem ser úteis para pessoas com disfunção erétil:

Comer uma dieta equilibrada: Algumas pesquisas sugerem que a ingestão de alimentos ricos em flavonóides, como mirtilos , morangos, amoras e frutas cítricas, pode reduzir a disfunção erétil em homens jovens e de meia idade.

Manter um peso corporal saudável: Estar acima do peso ou obeso pode causar ou piorar a disfunção erétil.

Participar de exercícios regulares: a atividade física pode beneficiar as pessoas com disfunção erétil de várias maneiras. Melhora a circulação, reduz o estresse e contribui para um peso corporal saudável .

Parar de fumar: a pesquisa indica uma forte ligação entre a intensidade do consumo de cigarros e o grau de disfunção erétil. Parar de fumar pode melhorar a função erétil em muitos fumantes.

Evitar o uso excessivo de álcool e drogas ilícitas: Beber demais ou tomar drogas ilegais pode afetar a função sexual dos homens. Fumar maconha pode causar disfunção erétil.

Buscando ajuda para problemas psicológicos ou emocionais: lidar com o estresse, ansiedade , depressão e outros tipos de sofrimento emocional pode melhorar ou resolver os sintomas.

Viagra.

Viagra foi desenvolvido no Reino Unido. Em 1998, a empresa farmacêutica americana, Pfizer Inc., colocou o medicamento no mercado.

O nome genérico do Viagra é sildenafil e Viagra é uma marca. A droga também atende pelo nome de Revatio. Viagra funciona diminuindo a ação do PDE5, uma enzima que funciona nos tecidos do pênis.

A enzima PDE5 decompõe uma substância responsável pelo fluxo sanguíneo no pênis. A inibição da PDE5 aumenta o fluxo sanguíneo para o pênis. Isso ajuda os homens a alcançar e manter uma ereção.

No entanto, o sildenafil só pode ajudar a manter uma ereção durante a estimulação física.

Os efeitos colaterais comuns da droga incluem dor de cabeça , rubor facial, indigestão , congestão nasal e um tom azulado na visão.

Causas da disfunção erétil.

A disfunção erétil pode resultar de fatores médicos, psicológicos, emocionais ou uma combinação destes.

As condições médicas que podem causar disfunção erétil incluem:

➥ pressão alta
➥ diabetes
➥ doença cardíaca
➥ aterosclerose , quando a placa se acumula nas artérias
➥ doenca renal
➥ esclerose múltipla
➥ Doença de Peyronie , onde o tecido cicatricial se forma no pênis
➥ lesão no pênis, próstata, bexiga, pelve ou medula espinhal por cirurgia ou outras fontes
Questões psicológicas que podem contribuir para a disfunção erétil incluem ansiedade, depressão, culpa, estresse e baixa auto-estima.

Quando consultar um médico.

Como a disfunção erétil é um problema médico, as pessoas que têm casos que persistem por várias semanas ou mais devem procurar um médico.

Isso é particularmente importante para aqueles que suspeitam que sua disfunção erétil possa estar relacionada a uma causa subjacente, como doenças cardíacas ou diabetes.

Alguns medicamentos prescritos estão ligados à disfunção erétil. Aqueles que tomam certos medicamentos prescritos podem querer discutir possíveis efeitos colaterais e alternativas com seu médico.

Noticias Web

Noticia Web foi criado para trazer noticias relevantes a você, que quer ficar informado do dia dia do nosso Brasil e mundo. OBRIGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *