divorcio consensual : Quanto custa o divórcio em cartório

Quanto custa o divórcio em cartório – conheça cada custo por categoria

Se o seu casamento não está indo muito bem e você está pensando em se separar, antes você precisa saber quanto custa o divórcio em cartório, caso essa seja a sua opção.

Também existe uma série de outros detalhes dos quais você precisa saber antes de realizar o procedimento. Além disso, é muito importante conversar com o parceiro ou parceira e tornar essa separação o mais saudável possível, evitando problemas para ambos.        divorcio consensual : Quanto custa o divórcio em cartório

Se você precisa de ajuda com essa questão e quer saber como funciona todo esse processo, continue acompanhando a leitura deste artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o divórcio em cartório.

Quanto custa o divórcio em cartório?

O divórcio em cartório pode ser bastante rápido e mais simples do que as outras modalidades, principalmente porque o casal já está de acordo com a situação e ambos concordam com a decisão de se separar.

Além disso, não existem filhos menores de idade ou incapazes, os quais demandariam um pouco mais de burocracia, além de uma pensão, gerando, assim, mais gastos para alguma das partes.

Mesmo assim, se divorciar em um cartório pode ser muito mais caro do que as outras formas de separação, pois existem vários detalhes burocráticos aos quais deve-se estar atento. Veja, a seguir, quanto custa o divórcio em cartório e quais são as categorias:

1. Emolumentos Cartorários

Também conhecidos por “custas judiciais”, este valor diz respeito a uma cobrança à qual todos os divórcios feitos na Justiça estão sujeitos, e que serve, basicamente, para remunerar o serviço do Poder Judiciário estadual.

Este valor é calculado em Ufesps para o Estado de São Paulo, que custam por volta de R$ 25,00. Assim, para um divórcio sem partilha, a cobrança seria de 5 Ufesps.

Já para partilhas de patrimônios de até 50 mil reais, a cobrança seria de 10 Ufesps e, dessa forma, o valor aumentaria gradativamente com o limite do patrimônio, até chegar acima de 5 milhões de reais, equivalendo a 3.000 Ufesps.

Dessa maneira, um divórcio poderá custar quase 60 mil reais, dependendo do patrimônio a ser partilhado pelo casal.

2. Impostos na partilha

Quando acontece a partilha de bens, esses impostos podem incidir caso a divisão seja um pouco desigual para cada parte. Afinal, nem sempre o valor patrimonial é divido exatamente na metade.

Logo, quando um cônjuge fica com um valor um pouco mais alto em um imóvel, por exemplo, isso conta como uma doação, havendo uma cobrança do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD) quando o valor a mais vai além do teto de isenção de cada estado.

Além disso, existe a alíquota, que geralmente é de 4%. Mas é preciso ficar de olho no teto de cada estado, pois o valor pode variar muito.            divorcio consensual : Quanto custa o divórcio em cartório

3. Transferência de Imóveis ou Empresas

Caso houver a transferência de imóveis ou empresas, será cobrada uma taxa referente à mudança do nome no registro do patrimônio. Isso também varia em cada Estado.

4. Honorários Advocatícios

Quando o divórcio ocorre de forma consensual e o casal já inclusive possui um acordo panejado, os honorários são infinitamente mais baratos e tudo é resolvido de forma simples.

Já quando há alguma briga, os honorários podem custar de 5% a 10% do patrimônio!

É possível fazer o procedimento de forma mais simples?

Para realizar esse procedimento da forma mais simples e barata possível, o casal precisa estar em acordo e evitar o divórcio litigioso.

Portanto, também não existe um valor fixo e para saber quanto custa o divórcio em cartório é preciso fazer uma série de análises, como acabamos de ver. Seja como for, você pode aproveitar nossos serviços online para facilitar o processo. Boa sorte!

Três coisas que você precisa saber antes do divórcio

Embora dolorido, o fim de um relacionamento inaugura uma nova etapa a ser vivida, com tristezas, sim, mas também alegrias. Uma vez que um ciclo se encerra, é hora de se reinventar! Confira abaixo algumas dicas para lidar com a separação e o divórcio, e saiba o que você precisa fazer para que este período seja mais fácil:

É normal se sentir triste, sem perspectivas de futuro ou, até mesmo, culpado…..

No começo da separação há uma verdadeira confusão de sentimentos: frustração pelo fracasso do relacionamento, tristeza, culpa, raiva, ansiedade e nervosismo quanto ao futuro, e até mesmo desejo de vingança…. Tudo isto acaba se misturando, tornando essa fase muito mais confusa e dramática.

Sabemos o quão difícil tudo isso pode ser, mas não se deixe tomar por emoções que não ajudam a seguir em frente. Ao invés disso, tente reconhecer que um ciclo se encerrou e outros começarão em sua vida. Cuidar de si mesmo e seguir em frente é melhor para todos, inclusive para o(a) ex e para os filhos.

Se a situação estiver difícil demais, não hesite em procurar o apoio profissional de um psicólogo. Com apoio e orientação, pode ser mais fácil enfrentar a situação de crise.

divorcio consensual : Separação total de bens, como funciona?

É necessário enfrentar a situação e aceitar que você terá uma vida nova……

Quando não estamos mais num relacionamento, é normal que nos sintamos perdidos, sem saber o que fazer na nova rotina, principalmente se estivemos por anos com aquela pessoa. Muito provavelmente, estávamos acostumados com tudo que se passava a nossa volta.

Esse momento em que precisamos fazer as coisas terem sentido pode ser muito benéfico, se for aproveitado como uma oportunidade de autoconhecimento. E autoconhecimento é fundamental para levar adiante projetos de felicidade.      divorcio consensual : Quanto custa o divórcio em cartório

Uma dica simples que pode ajudar com a nova rotina é mexer nos móveis da casa, quem sabe, até mesmo fazer uma reforma para dar um novo ar naquele ambiente compartilhado por anos. Não é necessário se mudar ou gastar muito dinheiro com isso. Doar alguns objetos à pessoas necessitadas, e trocar por objetos com novo significado, por exemplo, é uma ação simples que pode significar muito!

Resgate hobbies que eram cultivados nos tempos de solteiro. Chame seus amigos para um passeio, convide-os para um almoço na sua “nova casa” e sinta tudo aquilo que a vida tem a oferecer.

Planeje sua vida a partir desse momento…..

Muitas coisas passam pela nossa cabeça quando pensamos em divórcio. Independente do tempo que se leva para arranjar um novo parceiro, temos certeza absoluta que é possível construir uma vida de felicidade com ou sem essa companhia. Lembre-se: somos pessoas inteiras, e não dependemos de uma metade. A felicidade não está apenas em um relacionamento.

Sabe aqueles sonhos e planos que você tinha quando era mais novo? Agora é uma ótima oportunidade de colocá-los em prática. Olhe para frente! Siga em busca daquilo que você acredita e o que tens certeza que fará bem para o seu corpo e mente.

Noticias Web

Noticia Web foi criado para trazer noticias relevantes a você, que quer ficar informado do dia dia do nosso Brasil e mundo. OBRIGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *