artrite reumatoide: Tudo sobre Artrite Reumatoide

artrite reumatoide: Tudo sobre Artrite Reumatoide

Artrite reumatoide: sintomas, tratamentos e causas

O que é Artrite reumatoide?
A artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória crônica que geralmente afeta as pequenas articulações das mãos e dos pés. Ela interfere no revestimento dessas articulações, causando um inchaço doloroso que pode, eventualmente, resultar em erosão óssea e deformidade articular. A artrite reumatoide é uma doença autoimune, ou seja, que faz com que o sistema imunológico do corpo ataque os tecidos saudáveis por engano.

Segundo a reumatologista Tatiana Molinas Hasegawa, do Centro de Qualidade de Vida (CQV), além de causar problemas nas juntas, a artrite reumatoide, em alguns casos, pode afetar outros órgãos do corpo – tais como pele, olhos, pulmões e vasos sanguíneos.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a artrite reumatoide acomete cerca de 1% da população e qualquer pessoa pode desenvolver a doença, desde crianças até idosos. Tatiana explica que, na infância, entre dois e 15 anos, o quadro é chamado de artrite reumatoide juvenil. Na fase adulta, recebe o nome de artrite reumatoide.

“A doença costuma se manifestar com maior frequência entre o público feminino. Isso aconteceria por causa do fator hormonal, pois o estrogênio poderia mexer com o sistema imune da mulher. Mas essa afirmação ainda está sendo estudada”, afirma. Segundo a Sociedade Brasileira de Autoimunidade, a incidência de artrite reumatoide é de três mulheres para cada homem.

artrite reumatoide – Tudo sobre Artrite Reumatoide

dores articulares – artrose – artrite – artrose no joelho – dor de cabeça – dores nas articulações – dor no joelho – artrose tem cura
dor nas costas – dor no ombro – dor nas articulações – artrose joelho – dor nas juntas – dor lombar – dores musculares – artrose tratamento

Causas

Diferentes fatores podem causar artrite reumatoide. O principal é ter grau de parentesco com pessoas que têm a doença. Segundo Roberto Heymann, assistente doutor da disciplina de Reumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a carga genética passada de pai para filho pode conter genes que estão associados à artrite.

Além dos fatores genéticos, a artrite reumatoide também pode estar associada a infecções virais e bacterianas. “Vírus e bactérias podem cair na corrente sanguínea e desencadear um desequilíbrio no sistema imunológico, resultando assim num quadro de artrite reumatoide”, alerta Tatiana. Ela conta que infecções urinárias, dores de dente e dores de garganta são alguns dos fatores que podem levar ao problema.

O cigarro também pode ser visto como um facilitador para o desenvolvimento da artrite reumatoide, inclusive pessoas que não fumam, mas têm contato com fumantes, também correm risco. Os especialistas dizem que até mesmo fatores ambientais podem ser um gatilho para o desenvolvimento de artrite reumatoide. Poluentes como a sílica, elemento principal que constitui a areia, são alguns dos que podem predispor a doença.

Fatores de risco

São diversos os fatores de risco para o aparecimento da artrite reumatoide, dentre eles estão:

1.Ser mulher, uma vez que a doença afeta três vezes mais mulheres que homens
2.Ter parentes próximos com artrite reumatoide. Mas esse fator não é absoluto. Existe apenas uma chance maior de se ter a doença comparando-se com alguém que não tenha nenhum caso na família
3.Fumantes, mesmo que sejam apenas fumantes passivos
4.Pessoas expostas a poluentes do tipo sílica.

artrite reumatoide – Tudo sobre Artrite Reumatoide

dores articulares – artrose – artrite – artrose no joelho – dor de cabeça – dores nas articulações – dor no joelho – artrose tem cura
dor nas costas – dor no ombro – dor nas articulações – artrose joelho – dor nas juntas – dor lombar – dores musculares – artrose tratamento

CARTILAX COLÁGENO TIPO 2

 

ACABE COM AS DORES MATINAIS USANDO CARTILAX COLÁGENO TIPO 2 Assim como outras mudanças associadas ao amadurecimento, dores articulares e maior sensibilidade podem surgir em nosso corpo. Seja resultado de um condição médica, ou apenas o desgaste corporal do dia-a-dia acumulado, dores paralisantes e reduções de mobilidade substanciais não são problemas que aparecem do dia para a noite. Em vez disso, eles começam com pontadas e dores ocasionais e, quando percebemos, estamos literalmente vendo a vida passar… De acordo com a maioria das pessoas, a dor nas articulações é apenas outro indesejado, embora inevitável, efeito colateral do amadurecimento.

Obviamente, essas pessoas nunca ouviram falar de Cartilax! Uma maneira totalmente natural e não-invasiva para aliviar essas dores e sensibilidades do corpo, dando a ele o que ele realmente precisa para reparar os seus danos, e efetivamente seguir em frente.

VEJA O QUE CARTILAX COLÁGENO TIPO 2 PODE FAZER POR VOCÊ : Leia os ingredientes, os efeitos colaterais e as precauções para a maioria dos medicamentos convencionais, e você certamente vai ver que o ganho potencial deles simplesmente não compensa. Esse não é o caso de CARTILAX Colágeno Tipo 2. Em nossa fórmula não há compostos químicos, nem narcóticos ou qualquer outro tipo de produto farmacêutico assustador, nada assim é feito por aqui.

Em vez disso, cada cápsula contém ingredientes totalmente naturais, combinados em quantidades ideais para que possam trabalhar em sinergia, e lhe trazer os melhores resultados possíveis. Medicamentos geralmente se limitam a bloquear as dores articulares e à sensibilidade, enquanto outros suplementos vendidos no mercado contém apenas um ou dois de nossos princípios ativos. A combinação poderosa de CARTILAX Colágeno Tipo 2, no entanto, pode fornecer um poderoso alivio nas dores a longo prazo, abordando todas as causas de dores nas articulações.

 

Sintomas de Artrite reumatoide

1.Dor nas articulações dos dedos das mãos e pés
2.Dor nas articulações dos joelhos e tornozelos
3.Dor nas articulações dos cotovelos e ombros
4.Dor na região do quadril
5.Dor, inchaço e aumento da temperatura nas articulações
6.Rigidez matinal, que pode durar horas
7.Caroços firmes de tecido sob a pele dos braços (nódulos reumatoides)
8.Rigidez e dificuldade para movimentar certas articulações no período da manhã
9.Fadiga
10.Febre
11.Perda de peso não intencional.

Os sinais e sintomas da artrite reumatoide podem variar em termos de gravidade e, também, podem ser intermitentes, ou seja, aparecer e desaparecer em seguida. Períodos de maior atividade da doença, chamados de crises, alternam-se com períodos de remissão relativa – quando o inchaço e a dor das juntas (articulações) desaparecem ou ficam menos frequentes. Além disso, a inatividade da doença também pode ser percebida nos exames laboratoriais.

De acordo com a Mayo Clinic, organização sem fins lucrativos da área de serviços médicos e de pesquisas médico-hospitalares, os sintomas da artrite reumatoide costumam se manifestar primeiramente nas juntas (articulações) menores, como as juntas que ligam os dedos às mãos e os dedos dos pés aos pés. À medida que a doença progride, os sintomas podem se espalhar para os pulsos, joelhos, tornozelos, cotovelos, quadris e ombros. Na maioria das vezes, os sintomas se manifestam nas juntas em ambos os lados do corpo.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar artrite reumatoide são:

1.Clínico geral
2.Reumatologista.
Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar tempo. Dessa forma, você já pode chegar ao consultório com algumas informações:

Diagnóstico de Artrite reumatoide

O diagnóstico de artrite reumatoide leva em consideração diferentes aspectos. Isso acontece porque não existe um exame específico para detectar a doença. Primeiramente, o médico irá perguntar sobre o histórico médico pessoal e familiar do paciente, a fim de descobrir se o indivíduo possui casos de artrite reumatoide na família e se apresenta fatores de risco, como tabagismo, que podem facilitar o desenvolvimento da doença.

Além disso, também será necessária a realização de exames físicos no consultório. Nesse momento, o médico irá examinar as juntas procurando inchaço, dores ou limitações na realização dos movimentos. O médico também tentará detectar se os membros estão quentes, pois esse é um fator indicativo de inflamação.

Segundo a Arthritis Foundation, o número de articulações afetadas também pode ser um indício de artrite reumatoide, pois a doença tende a afetar juntas em ambos os lados do corpo. Por fim, o exame físico também pode revelar a presença de nódulos ou uma febre baixa.

A realização de testes clínicos também é necessária para auxiliar no diagnóstico de artrite reumatoide. Os exames clínicos são feitos a partir de amostras de sangue, com o intuito de encontrar anticorpos anormais e também o grau de inflamação. Os principais exames são o de velocidade de hemossedimentação (VHS) e também a dosagem da proteína C reativa (PCR).

O exame de hemograma completo auxilia a checar se o paciente está com anemia. Isso porque é comum as pessoas apresentarem anemia durante a artrite reumatoide, pois as plaquetas aumentam devido à inflamação.

Durante a evolução da doença, o corpo produz autoanticorpos, proteínas do sangue que atacam o organismo. Para checar a quantidade de autoanticorpos produzida é feito um exame chamado dosagem de fator reumatoide. De acordo com a Mayo Clinic, cerca de 80% dos pacientes com artrite reumatoide possuem essa proteína circulando no sangue. No entanto, vale lembrar que a ausência dessa proteína não exclui a possibilidade de o paciente apresentar artrite reumatoide.

Também são pedidas provas de atividade inflamatória. Essas análises englobam justamente os exames de VHS e PCR. Atualmente, conta-se também com o exame anti-CCP, um teste mais específico para checar a quantidade de inflamação presente no organismo.

Exames de raio-x, ultrassonografia ou ressonância magnética também podem ser feitos com o intuito de encontrar lesões nas juntas. No entanto, mesmo que os exames de imagem não mostrem lesões nas juntas, o diagnóstico de artrite reumatoide não pode ser descartado. Segundo a Mayo Clinic, isso pode significar que a doença está em um estágio inicial.

artrite reumatoide – Tudo sobre Artrite Reumatoide

dores articulares – artrose – artrite – artrose no joelho – dor de cabeça – dores nas articulações – dor no joelho – artrose tem cura
dor nas costas – dor no ombro – dor nas articulações – artrose joelho – dor nas juntas – dor lombar – dores musculares – artrose tratamento

4 Remédios caseiros para Artrite Reumatoide

Estes remédios caseiros são ótimos para complementar o tratamento clínico da artrite reumatoide porque possuem propriedades anti-inflamatórias, diuréticas e calmantes que diminuem a dor, o inchaço e a inflamação melhorando a qualidade de vida.

A artrite reumatoide é uma inflamação das articulações devido a uma alteração do sistema imunológico, que causa muita dor e desconforto e que se não for tratada pode deixar os dedos e outras articulações deformadas. Por isso é importante sempre realizar o tratamento indicado pelo médico, mas algumas formas de combater os sintomas naturalmente são:

1. Chá de ervas

Este chá possui propriedades anti-inflamatórias, diuréticas e cicatrizantes que quando utilizadas em conjunto têm seus efeitos potencializados.

Ingredientes:

3 xícaras de água
1 colher de raízes de bardana
2 de erva-doce
2 de cavalinha
Modo de preparo:

Ferver a água e adicionar as plantas medicinais num bule e deixar repousar por cerca de 5 a 7 minutos. Coar, deixar amornar e tomar 1 xícara, meia hora antes do almoço e do jantar.

2. Pomada de arnica

Esta pomada caseira é indicada para artrite reumatóide porque estimula a irrigação sanguínea, tem efeito anti-inflamatório e alivia as dores.

Ingredientes:

5 g de cera de abelha
45 ml de óleo de oliva
4 colheres de folhas e flores de arnica picadas
Modo de Preparo:

Em banho-maria coloque os ingredientes numa panela e deixe ferver em fogo baixo durante alguns minutos. A seguir apague o fogo e deixe os ingredientes dentro da panela por algumas horas para macerar. Antes que esfrie, deverá coar e armazenar a parte líquida em recipientes com tampa. Que devem ser mantidos sempre num local seco, escuro e arejado.

3. Chá de sálvia e alecrim

Ajudam a diminuir as dores causadas pela artrite e reumatismo, sendo um ótimo anti-inflamatório natural.

Ingredientes:

6 folhas de sálvia
3 ramos de alecrim
300 ml de água fervente
Modo de preparo:

Juntar todos os ingredientes num bule e deixar repousar durante 5 a 7 minutos. Coar, deixar amornar e tomar esse remédio caseiro 2 vezes ao dia.

Estes chás podem ser tomados ainda morno ou frios. Confira também: 3 sucos de frutas para combater a artrite reumatóide.

4. Fricção com óleos essenciais

Friccionar as articulações com essa mistura de óleos essenciais também é uma excelente forma natural de se sentir melhor.

Ingredientes:

10ml de cânfora
10ml de óleo de eucalipto
10ml de óleo de terebentina
70 ml de óleo de amendoim
Modo de preparo:

Basta misturar todos os ingredientes e guardar num recipiente limpo, e friccionar várias vezes ao dia para alívio do desconforto.

Noticias Web

Noticia Web foi criado para trazer noticias relevantes a você, que quer ficar informado do dia dia do nosso Brasil e mundo. OBRIGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *